Avaliação neuropsicológica da atenção concentrada, flexibilidade cognitiva e velocidade de processamento no Diabetes Mellitus Tipo 2

Mariana Faoro, Amer Cavalheiro Hamdan

Resumen


O Diabetes Mellitus Tipo 2 (DM2) vem se tornando uma doença cada vez mais frequente nos últimos anos. Pesquisas recentes têm evidenciado a relação desta patologia com alterações no sistema nervoso e nas funções cognitivas. O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a atenção concentrada, a velocidade de processamento e a flexibilidade cognitiva em pacientes com DM2. Foram recrutados 34 participantes, divididos em três grupos: Um grupo saudável (n=13) e dois grupos clínicos com DM2, um subgrupo com glicemia compensada (n=10) e o outro com glicemia descompensada (n=11). Foram aplicados os seguintes: (a) Triagem: Questionário de Avaliação Geral e Mini Exame do Estado Mental. (b) flexibilidade cognitivas: Teste de Fluência Verbal e Teste das Trilhas. (c) atenção concentrada: Teste Hayling e Teste de Atenção Concentrada (TEACO-FF), (d) Velocidade de processamento: Procurar Símbolos e Códigos, do WAIS-III. Os resultados evidenciaram diferenças dos grupos clínicos em relação ao grupo saudável na atenção concentrada e velocidade de processamento, mas não em relação a flexibilidade cognitiva. É possível concluir que o monitoramento cognitivo é importante para a manutenção da saúde geral e a prevenção de doenças neurodegenrativas na DM2.
Palavras-chave: Diabetes Mellitus Tipo 2, controle glicêmico, avaliação neuropsicológica, funções cognitivas, atenção concentrada.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com