Escala de Maturidade Mental Columbia: medida de inteligência geral ou de funções executivas?

Luiza Cury Muller, Carlos Guilherme Schlottfeldt, Leandro Fernandes Malloy-Diniz

Resumen


Atualizações quanto às propriedades psicométricas de instrumentos de avaliação já consagrados na literatura são necessárias para garantir a legitimidade das interpretações de seus resultados. A Escala de Maturidade Mental Columbia (CMMS) fornece uma estimativa da capacidade de raciocínio geral em crianças na faixa etária entre 3 a 9 anos. Críticas foram levantadas sobre o uso da CMMS como uma medida de inteligência geral, com base nos achados psicométricos registrados na literatura. Esta pesquisa investigou a se a CMMS se correlaciona mais com medidas de avaliação da inteligência geral ou de alguns componentes das funções executivas, como a flexibilidade cognitiva e a categorização. A amostra foi composta por 56 crianças entre 6 e 9 anos, de ambos os sexos, saudáveis e estudantes de escolas públicas e privadas da cidade de Curitiba (PR). Os participantes foram submetidos aos testes CMMS, Matrizes Progressivas Coloridas de Raven (CPM) e Teste Wisconsin de Classificação de Cartas (WCST). Correlações positivas, significativas e fortes foram obtidas entre índices de CMMS e CPM. A análise dos dados entre CMMS e WCST revelou correlações significativas, porém fracas e moderadas. Os resultados obtidos sugerem que a maturidade conceitual avaliada pela CMMS seja mais sensível aos aspectos relacionados à cognição geral, quando comparados às funções executivas. A correlação moderada da CMMS com o WCST indica que, embora as funções executivas sejam necessárias, não são suficientes para garantir a execução adequada do teste na fase de desenvolvimento analisada. Esses resultados confirmam e atualizam as qualidades psicométricas dessa escala, de forma a fornecerem novos parâmetros de comparação quanto ao uso da CMMS na avaliação neuropsicológica em crianças.
Palavras-chaves: Escala de Maturidade Mental Columbia, CMMS, inteligência geral, funções executivas.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com