Avaliação neuropsicológica do funcionamento executivo, níveis de ansiedade, depressão e raiva de poliusuários de drogas: um estudo comparativo

Paula Madeira Fortes, Adriana Raquel Binsfeld Hess, Daniela D´Incao Marrone, Claudio Simon Hutz, Rosa Maria Martins de Almeida

Resumen


O objetivo desta pesquisa foi realizar a avaliação neuropsicológica das funções executivas, níveis de ansiedade, depressão e raiva em poliusuários de drogas que estavam internados em ambiente protegido (Comunidades Terapêuticas) e estavam em abstinência, comparados a um grupo controle. Participaram do estudo 65 homens com idade média de 30,01 anos (DP=8,70 anos) divididos em dois grupos: controle (n=37) e usuários de cocaína/crack, maconha e álcool (n=28). O período médio de abstinência foi de 57,03 (DP=37,81) dias. Entre as funções executivas avaliadas, não foram encontradas diferenças significativas. Entretanto, os resultados indicaram diferença estatisticamente significativa entre os grupos com relação à depressão (p=0,002) e à raiva, através de níveis mais elevados de expressão de raiva (p=0,037) e de raiva voltada para dentro (p=0,001) e para fora (p=0,003) nos grupos clínicos, quando comparados ao grupo não clínico. Os poliusuários de drogas demonstraram prejuízos nas funções emocionais, quando comparados a indivíduos que não fazem uso de substancias psicoativas.
Palavras-chave: drogas, funções executivas, raiva, depressão, neuropsicologia.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com