A relação da estimação cognitiva com outros processos cognitivos em uma amostra de idosos

Gabriela Peretti Wagner, Vania Naomi Hirakata, Maria Alice de Mattos Pimenta Parente, Clarissa Marceli Trentini

Resumen


Uma das diversas habilidades mentais envolvidas nas funções executivas é a estimação cognitiva, a qual pode ser medida através do Cognitive Estimation Test (CET). Este instrumento consiste em uma escala de 28 perguntas e envolve dimensões variadas, incluindo peso, altura, e velocidade. O objetivo do presente estudo foi o de investigar quais as relações entre uma série de processos cognitivos e o desempenho no CET. Trinta participantes idosos saudáveis foram testados. Os instrumentos utilizados foram o Mini-Exame do Estado Mental (MEEM), subtestes da Escala Wechsler de Inteligência para Adultos (WAIS III), Teste de Nomeação de Boston (BNT), Teste de Fluência Verbal (COWAT) e Teste de Stroop (SCWT). O desempenho dos mesmos no CET foi correlacionado a variáveis sociodemográficas e testes neuropsicológicos variados. Os resultados apontam para uma relação entre o desempenho no CET com a variável escolaridade e uma pontuação elevada no subteste Vocabulário. Tal achado sinaliza a importância do conhecimento formal para a realização da estimativa cognitiva.
Palavras-chave: Cognitive Estimation Test (CET), estimação cognitiva, processos cognitivos.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com